Presença de impactos socioambientais da construção da Transamazônica em Minha doce puta, de André Costa Nunes

  • Claudenir da Silva Almeida (93) 9 9238-4436
  • Edmon Neto de Oliveira
Palavras-chave: Testemunho. Transamazônica. Impactos socioambientais.

Resumo

O artigo aborda mudanças no cenário amazônico a partir da ocupação da área e da abertura da rodovia Transamazônica advindas do Projeto de Integração Nacional, criado no governo do general Emílio Garrastazu Médici. Parte-se do fato de que a Amazônia, atualmente, possui uma imagem melhor frente a população nacional e internacional, já que a definição sobre a grandiosidade de sua diversidade natural mudou com o passar do tempo, assim como as sociedades mudaram seus olhares sobre a importância dela. A construção do eixo rodoviário e os planos de integração e exploração contribuíram para o surgimento de novas localidades, o crescimento de pequenos núcleos urbanos e o favorecimento de muitos impactos ao meio ambiente. Considerando este cenário, objetiva-se identificar os impactos socioambientais da construção da transamazônica para Altamira-PA na obra Minha Doce Puta, de André Costa Nunes. De caráter exploratório e descritivo, a pesquisa tem cunho qualitativo e se baseia em fontes bibliográficas. Entre os autores utilizados, destacam-se: Campos et al. (2013); Salgueiro (2012); César Souza (2018); Umbuzeiro (1990) e Seligmann-Silva (2003). O artigo se baseia no estudo da própria obra em comparação com outras fontes bibliográficas e publicações científicas. Com isso, constatou-se os principais impactos socioambientais que a construção da rodovia Transamazônica trouxe para o município e a população de Altamira-PA presentes na obra Minha Doce Puta. Entre eles, inchaço populacional, violência, prostituição e desapropriações. Ainda, o desequilíbrio ambiental causado pela poluição dos rios, especialmente o Xingu, pelo desmatamento acelerado e pela perda de espécies raras da fauna e flora regional.

Referências

BOITEMPO. André Costa Nunes. Disponível em: https://www.boitempoeditorial.com.br/autor/andre-costa-nunes-95. Acesso em: 21 mar. 2023

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Decreto Lei Nº 1106, de 16 de junho de 1970. Cria o Programa de Integração Nacional, altera a legislação do imposto de renda das pessoas jurídicas na parte referente a incentivos fiscais e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 1970 C.

CAMPOS, Yarnel de Oliveira (et al). Análise dos impactos sociais e ambientais decorrentes da construção da UHE Belo Monte no município de Altamira, PA. Urbanização & meio ambiente, p. 25, 2013.

DICIO, Dicionário Online de Português. Representação. 2021. Disponível em: https://www.dicio.com.br/representacao. Acesso em: 14 set. 2022.

FONSECA, João José Saraiva da. Modalidades de pesquisa. In: DA FONSECA, João José Saraiva. Apostila de metodologia da pesquisa científica. 2002. Mód. 2. Unid. 1. p. 31-32.

FRAGMAQ. O que são impactos socioambientais? Fraqmaq. Disponível em: https://www.fragmaq.com.br/blog/sao-impactos-socioambientais/. Acesso em: 28 out. 2022.

LIMA GRECCO, Gabriela de. História e literatura: entre narrativas literárias e históricas, uma análise através do conceito de representação. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, v. 6, n. 11, 2014.

NUNES, André Costa. Minha doce puta: um romance na terra do meio do mundo. Marituba, Uriboca, Pará, Brasil: [S.N.], 2013-2017, p. 221.

PARÁ. Governador, 1909-1912 (João Antônio Luiz Coelho). Mensagem ao Congresso Legislativo do Pará. Belém: Imprensa Oficial do Estado do Pará, 1912

PARÁ. Lei nº 1235, de 18 de novembro de 1911. Dispõe sobre as terras devolutas e outras dos Municípios de Souzel e Altamira. Lei de terras devolutas e outras dos Municípios de Souzel e Altamira, Belém, 6 nov. 1911.

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da pesquisa aplicável às ciências. In: BEUREN, Ilse Maria (colab.) et. al. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 2006. cap.3 p.76-97.

RIBEIRO, Elica Né Oliveira; DE SOUZA, César Augusto Martins; DA COSTA, Renato Pinheiro. Perspectiva de educação escolar em Altamira-PA no projeto de construção da Rodovia Transamazônica. Revista HISTEDBR On-line, v. 21, p. e021005-e021005, 2021.

RUFFINI, Martha; DE SOUZA, Cézar Martins. Desenvolvimento e impactos socioambientais na construção de grandes obras na Amazônia e na Patagônia (1964-1974). Revista de História Comparada, v. 14, n. 2, p. 189-225, 2020.

SALGUEIRO, Wilberth. O que é literatura de testemunho (e considerações em torno de Graciliano Ramos, Alex Polari e André du Rap). Matraga-Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ, v. 19, n. 31, 2012.

SANTOS, Dominique Vieira Coelho dos. Acerca do conceito de representação. rth|, v. 6, n. 2, p. 27-53, 2011.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. O TESTEMUNHO: entre a ficção e o "real". In: SELIGMANN-SILVA, Márcio (Org.). História, memória, literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas, SP: Unicamp, 2003. p. 371-383.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. A pesquisa científica. In: GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: UFRGS, 2009. cap.2, p. 31-37.

SOUZA, C. A. M. de. Ditadura, grandes projetos e colonização no cotidiano da Transamazônica. Revista Contemporânea, ano 4, v. 1, n. 5, 2014. Dossiê 1964-2014: 50 Anos Depois, A Cultura Autoritária Em Questão.

SOUZA, César Martins de. A região dos desejos e das aventuras: diálogos sobre grandes projetos de integração e desenvolvimento na Amazônia nos séculos XIX e XX. Revista Cadernos do Ceom, v. 31, n. 48, p. 21-29, 2018.

SOUZA Matilde de. A Epopeia da Transamazônica: 90 milhões em ação. 1995. Dissertação (Mestrado em Ciência Política). Belo Horizonte: Programa de Pós-graduação em Ciência Política/UFMG, 1995.

SOUZA, Matilde de. Transamazônica: integrar para não entregar. Nova Revista Amazônica, v. 8, n. 1, p. 133-152, 2020.

UMBUZEIRO, Ubirajara Marques. Altamira e sua história. 2ª ed. Altamira – Pará: GRUCALT, 1990.
Publicado
2023-09-15
Visualizações
  • Artigo 61
  • PDF 53