ANÁLISES E TENDÊNCIAS DE PUBLICAÇÕES NA ÁREA DE SUSTENTABILIDADE NO BRASIL COM FOCO NA MIX SUSTENTÁVEL

  • Paulo Cesar Machado Ferroli, Dr. UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lisiane Ilha Librelotto, Dr.a UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • João Pedro Scremin UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Luiza Luciano de Oliveira Picollo UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ramon Hamann Andrade UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Periódico, Sustentabilidade aplicada a projetos, Mix Sustentável

Resumo

A MIX Sustentável é um periódico científico criado em 2015 com o intuito de ser uma referência para pesquisadores publicarem os resultados de seus trabalhos (pesquisa, ensino ou extensão) na área de sustentabilidade aplicada a projetos. Este artigo pretende mostrar o processo de criação, manutenção e incrementação do periódico, objetivando discutir o tema e mostrar para a comunidade, além dos resultados alcançados, a evolução do tema ao longo destes nove anos.

Biografia do Autor

Paulo Cesar Machado Ferroli, Dr., UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Docente pesquisador - UFSC - Grupo Virtuhab

Lisiane Ilha Librelotto, Dr.a, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Professora, docente - pesquisadora do PosARQ  UFSC - Grupo Virtuhab

João Pedro Scremin, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmico do curso de Design - UFSC - Virtuhab

Luiza Luciano de Oliveira Picollo, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmica do curso de Design de Produto - UFSC - Virtuhab

Ramon Hamann Andrade, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Acadêmico do curso de Arquitetura e Urbanismo - UFSC - Virtuhab

Publicado
2024-03-10
Visualizações
  • Artigo 22
  • PDF 12
Como Citar
Ferroli, P. C., Librelotto, L., Scremin, J., Picollo, L. L., & Andrade, R. (2024). ANÁLISES E TENDÊNCIAS DE PUBLICAÇÕES NA ÁREA DE SUSTENTABILIDADE NO BRASIL COM FOCO NA MIX SUSTENTÁVEL. IMPACT Projects, 3(1), 95-108. https://doi.org/10.59279/impact.v3i1.2350
Seção
05. IMPACTO AMBIENTAL E MERCADO DE TRABALHO