SABERES DAS MULHERES INDÍGENAS – REFLEXÕES E RODA DE CONVERSA NO AMBIENTE ESCOLAR.

  • Carlos Eduardo Coelho Bezerra
  • Isac Gonçalves Farias
  • Maria Helena Fontes Pereira
  • Marcos Aurelio Carvalho Paixão Noleto
  • Myuk Sousa Souza
  • Natália Da Cunha Da Silva Sacramento
  • Valéria Melo

Resumo

O presente texto reúne resultados de uma das ações desenvolvidas pelo projeto intitulado “Entre os silêncios sobre a história indígena e a história das américas na Educação Básica: reflexões e proposições de estratégias pedagógicas em escolas de Marabá-PA”. Esse projeto vem sendo desenvolvido na Escola Acy de Jesus Neves de Barros, situada no bairro Amapá e faz parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). As ações do projeto visam contribuir com a implementação da lei 11.645/08 que tornou obrigatório o ensino de história e cultura indígena nas escolas de educação básica do país. Para além do pouco espaço reservado aos povos indígenas no currículo e no livro didático de história, a inserção do cotidiano escolar aponta também para a necessidade de desconstrução de estereótipos que resultam em percepções e comportamentos racistas em relação aos povos originários.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2024-02-05
Visualizações
  • Artigo 9
  • PDF 5
Como Citar
Bezerra, C., Farias, I., Pereira, M., Noleto, M., Souza, M., Sacramento, N., & Melo, V. (2024). SABERES DAS MULHERES INDÍGENAS – REFLEXÕES E RODA DE CONVERSA NO AMBIENTE ESCOLAR. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 7(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/2759