LETRAMENTO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: A LIBRAS NO ENSINO DA LÍNGUA INGLESA COMO L3 PARA SURDOS

Main Article Content

Francisca Maria Cerqueira da Silva
Gideão da Silva Nascimento dos Santos

Resumo

Este artigo propõe apresentar os resultados parciais de uma pesquisa que tem o objetivo geral de investigar as práticas de letramento do aluno com surdez no processo de ensino e aprendizagem de Língua Inglesa (LI) como Língua Estrangeira (LE) tendo como lócus de pesquisa uma escola pública de ensino fundamental do município de Marabá-PA. Fundamenta-se a pesquisa na teoria sociocultural de Vygotsky (1998), em autores pesquisadores que discutem a educação de surdos como Campello (2011), Lacerda e Santos (2013), Slomski (2011), bem como na legislação da área da surdez como a Lei Federal n.º 10.436/2002 e o decreto que a regulamenta, Dec. n.º 5.626/2005. Como metodologia, recorre-se ao método qualitativo de cunho interpretativo. Os dados colhidos e analisados até o momento evidenciam que ainda há muitas dificuldades para o letramento de surdos em língua inglesa.

Article Details

Seção
Artigos