USO DE METODOLOGIAS ATIVAS NA MONITORIA DE INTRODUÇÃO À EPIDEMIOLOGIA: PERSPECTIVA DOS DISCENTES RECEPTORES - 72

  • Andressa Delmira Jennings da Costa
  • Paula Rodrigues Sena
  • Maria Eduarda Rocha Furtado
  • Carlos Podalirio Borges de Almeida

Resumo

Com a modernização da sociedade houve a necessidade de o processo de ensino- aprendizagem acompanhar essa evolução, a partir disso, surgiram as metodologias ativas de ensino-aprendizagem, no intuito de revolucionar a participação do aluno no seu próprio processo de ensino, a ideia das novas propostas didáticas é preservar a autonomia dos estudantes, essa sistematização visa focar nos receptores de forma que se apresentem enquanto sujeitos ativos nela. Este trabalho tem como finalidade descrever o uso de metodologia ativa no exercício de monitoria e a percepção dos alunos sobre essa metodologia. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, em relação ao exercício de monitoria na disciplina de introdução à epidemiologia para o curso de graduação em saúde coletiva. A monitoria possibilitou adquirir entendimento do assunto, resgatando partes que poderiam passar despercebidas durante as aulas e sanando possíveis dúvidas. De acordo com o estudo, o uso de metodologias ativas aplicadas à monitoria da disciplina de introdução à epidemiologia foi relevante na concepção formada pelos alunos durante o exercício de monitoria.
Publicado
2019-10-17
Como Citar
Costa, A., Sena, P., Furtado, M., & Almeida, C. (2019). USO DE METODOLOGIAS ATIVAS NA MONITORIA DE INTRODUÇÃO À EPIDEMIOLOGIA: PERSPECTIVA DOS DISCENTES RECEPTORES - 72. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 4(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/1000