SOCIEDADES MEDITERRÂNEAS E ORIENTAIS NA ANTIGUIDADE: ENTRE A DISCIPLINA E A MONITORA

  • Geovanni Gomes Cabral
  • Nilqueverson Silva Lima

Resumo

A monitoria é um programa institucional didático-pedagógico importante no que concerne às atividades de ensino e aprendizagem. É um diálogo que se estabelece entre a turma e o docente, contribuindo para suprir as dificuldades da disciplina, nesse caso “Sociedades Mediterrâneas e Orientais na Antiguidade”. É uma oportunidade de o discente desenvolver habilidades para a docência, além de auxiliar na condução dos trabalhos em equipe ou individual. No âmbito geral, a monitoria consegue ajudar na compressão da disciplina, permitindo conexões entre a teoria e a prática. Tem como objetivos principais minimizar as dúvidas e desenvolver estudos que visem a facilitar a compressão teórica do componente curricular, bem como proporcionar condições de permanência e de sucesso dos discentes no processo de ensino-aprendizagem. Outro ponto para ser ressaltado é o envolvimento dos discentes na forma como esses encontros ocorrem, de certa forma permitindo detalhar os conteúdos discutidos na sala de aula. Essa disciplina converge para as sociedades antigas como, por exemplo, Egito, Mesopotâmia, Grécia, Roma, Fenícios e Hebreus, não apenas permitindo conhecer seus aspectos culturais, políticos e sociais, mas buscando “fugir” dessa visão eurocêntrica e romantizada que alguns livros e textos apresentam. Talvez a problematização desses aspectos e a carga de leitura dificultem na mediação pedagógica. A monitoria, por sua vez, é também uma forma de fornecer uma bolsa remunerada que ajuda o discente na sua trajetória acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-31
Visualizações
  • Artigo 250
  • PDF 75
Como Citar
Cabral, G., & Lima, N. (2019). SOCIEDADES MEDITERRÂNEAS E ORIENTAIS NA ANTIGUIDADE: ENTRE A DISCIPLINA E A MONITORA. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 3(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/581