MONITORIA DA DISCIPLINA CÁLCULO E ELETRÔNICA DO CURSO FACEEL

  • Sara Rivera Ikeda
  • Pietro Satriani Reis e Sousa
  • Fernando de Gusmão Coutinho
  • Diego Kasuo Nakata da Silva

Resumo

Historicamente, todos os cursos na área de exatas possuem um número grande de reprovação e evasão nos primeiros semestres. Isso ocorre pela deficiência com que os estudantes entram na Universidade com relação às disciplinas básicas do ensino médio, principalmente matemática. Além de existir um desnível entre alunos ingressantes, fazendo com que os discentes que possuem mais dificuldades desistam de seguir adiante. Uma das soluções aplicadas e que tem mostrado ao longo do tempo resultados importantes são as chamadas monitorias. A monitoria é composta por um docente que coordena as atividades e por discentes que tiveram um bom aproveitamento em uma determinada disciplina ou mesmo possuem habilidades em determinados conteúdo. Esses monitores auxiliam seus colegas a adquirir conhecimento adequado e acompanhar o andamento do conteúdo ministrado pelo professor. A monitoria é entendida como um instrumento para a melhoria do ensino da graduação. Todos os cursos de graduação, principalmente na área de exatas, necessitam de projetos de monitoria para as disciplinas que englobam os primeiros semestres. Algumas disciplinas do curso superior de Engenharia da Computação, tais como física, programação, banco de dados e disciplinas que envolvem matemática possuem um alto índice de reprovação. Isso acontece por diversos fatores, entre eles, uma formação básica insuficiente, tendo como consequência tanto a reprovação na disciplina quanto a evasão do curso. Um dos caminhos para resolver esse problema são as monitorias nas disciplinas citadas acima, tendo como objetivo auxiliar os alunos no processo de ensino e aprendizagem. Tendo em vista o número de disciplinas e a quantidade de professores que as ministram fica inviável o acompanhamento individual por parte de cada professor para um aproveitamento do discente. É inegável que o computador é uma importante ferramenta cognitiva [1], isto é, permite ao estudante desenvolver habilidades, interiorizar conhecimentos e organizá-los de modo a construir uma interpretação do mundo que o cerca. Pode-se exemplificar sua interatividade mediante problemas-jogo, tais como os applets, onde o estudante modifica parâmetros e verifica os resultados obtidos, e dessa forma o computador é uma ferramenta que permite organizar e sistematizar informações [2,3]. Segundo Barroso [3] estes objetos educacionais podem ser utilizados tanto presencialmente quanto à distância. A utilização da tecnologia como agente transformador no ensino, tem sido incansavelmente relatada também como instrumento de laboratório [6-7]. Para diminuir o alto custo de construção de experimentos e outras aplicações de eletrônica digital, o Arduino [8] foi construído para promover a interação física entre o ambiente e o computador utilizando dispositivos eletrônicos de forma simples e baseada em softwares e hardwares livres. O objetivo da monitoria, através dos monitores, é auxiliar o professor na orientação de alunos, esclarecendo e tirando dúvidas em atividades de classe e/ou laboratório, identificar as dificuldades enfrentadas pelos alunos da disciplina, discutir as metodologias, conteúdos e ações a serem priorizados e coordenar grupos de trabalho ou estudo, tendo em vista uma melhora da aprendizagem dos discentes. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-01
Visualizações
  • Artigo 74
  • PDF 44
Como Citar
Ikeda, S., Sousa, P., Coutinho, F., & Silva, D. (2019). MONITORIA DA DISCIPLINA CÁLCULO E ELETRÔNICA DO CURSO FACEEL. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 2(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/644