PRÁTICA DOCENTE DA MATEMÁTICA: JOGOS E INSTRUMENTOS MANIPULATIVOS

  • Maria Clara Montel Gomes
  • Dilson Henrique Ramos Evangelista
  • Cristiane Johann Evangelista

Resumo

A falta de diversidade de práticas e métodos dentro do ensino de matemática tornou-se uma ferramenta de exclusão em seu uso. Uma forma de buscar novas práticas e técnicas metodológicas se dá por meio do uso de jogos. A pesquisa qualitativa tem como objetivo investigar as potencialidades do uso de jogos em estudantes de uma escola municipal santanense. O projeto, financiado pela PROEG Unifesspa contou com a análise da aplicação de quatro jogos matemáticos: tangram, quebra cabeça matemático de operações de adição e subtração, jogo das quatro operações. Os instrumentos de pesquisa foram a observação participante, resposta dos questionários respondidos pelos alunos, anotações de campo da pesquisadora. O estudo se fundamenta em informações qualitativas, refletindo o uso de jogos e sua contribuição educacional. Os resultados evidenciam que os jogos bem planejados facilitaram o aprendizado e estimularam o desenvolvimento de habilidades cognitivas como concentração, raciocínio lógico e emocional. De acordo com os dados analisados, os jogos matemáticos mostram-se uma excelente ferramenta no contexto educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2024-02-05
Visualizações
  • Artigo 19
  • PDF 12
Como Citar
Gomes, M., Evangelista, D., & Evangelista, C. (2024). PRÁTICA DOCENTE DA MATEMÁTICA: JOGOS E INSTRUMENTOS MANIPULATIVOS. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 7(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/2693

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 3 > >>