Sistema de tarefas para o ensino de aritmética a partir de narrativas de sujeitos do campo

Palavras-chave: Ensino de matemática, Práticas sociais, Narrativas, Aritmética

Resumo

O objetivo deste artigo consiste em apresentar a organização de um conjunto de tarefas para o ensino de Aritmética a partir de narrativas decorrentes de práticas socioculturais do homem do campo. As atividades de pesquisa foram realizadas no horário de aula com uma turma de oito estudantes do 6° e 7° anos do Ensino Fundamental da Escola Duque de Caxias, no município de Bom Jesus do Tocantins-PA. Foi realizada uma entrevista com dois trabalhadores rurais sobre suas práticas sociais agrícolas e história de vida, mediante as quais organizamos os textos narrativos. Estes serviram de aporte para a organização de tarefas na referida escola. Utilizamos os aportes teóricos de Chevallard (1996), para tratar sobre a noção de tarefas; para a concepção de narrativas no ensino de Matemática, utilizamos as ideias de Cruz (2018); para os princípios da Educação do Campo, apoiamo-nos em Caldart (2002) e Arroyo (2007). Os resultados indicam que podemos pensar os sistemas de tarefas a partir da articulação e valorização entre o saber matemático em uma determinada prática social. Devido à carência de materiais didáticos para o ensino de Matemática nas escolas do campo, sugerimos a possibilidade de organização de sistema de tarefas a partir das práticas sociais inerentes ao contexto do campo, em que se valorizem os saberes, os afetos, os valores, a cultura presente nas mais diferentes atividades e ações realizadas pelos sujeitos do campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Silva Silva Pires, Universidade Federal do Pará
Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA): Membro do Grupo de Pesquisa sobre Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM).
Carlos Alberto Gaia Assunção, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
Doutor em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA): Docente no Curso de Licenciatura em Educação do Campo ICH/UNIFESSPA.

Referências

ARROYO, Miguel Gonzalez. Políticas de formação de educadores (as) do Campo. Caderno
CEDES, v. 27, n. 72, p.157-176, mai./ago. 2007. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 20 jun. 2019.

BERGUER, Peter B.; LUKCMANN, Thomas. A construção social da realidade. 36. ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2014.

CALDART, Roseli Salete. Por uma educação do campo: traços de uma identidade em construção. In: KOLLING, E. J.; CERIOLI, P. R.; CALDART, R. S. Educação do campo: identidade e políticas públicas – Caderno 4. Brasília: Articulação Nacional “Por uma Educação do Campo”, 2002.

CARVALHO, Gilcinei Teodoro; MARTINS, Maria de Fátima Almeida. Livro Didático e Educação do Campo. Belo Horizonte: FAE/UFMG., 2014.

CHEVALLARD, Yves. Analyse des pratiques enseignates et didactique des mathematiques:
l’approche anthropologique, 1998. Disponível em:
http://yves.chevallard.free.fr/spip/spip/article.php3?id_article=27&var_recherche=Analyse+des+pratiques+enseignates+et+didactique. Acesso em: 10 abr. 2020.

CHEVALLARD, Yves. Conceitos fundamentais da didáctica: as perspectivas trazidas por
uma abordagem antropológica. In: BRUN, Jean (Org.). Didáctica das Matemáticas.
Lisboa: Horizontes Pedagógicos, 1996. p. 115-153.

CRUZ, Márcia de Oliveira. A narrativa no ensino de matemática: a construção da identidade pessoal e do conhecimento. São Paulo: Livraria da Física, 2018.

FARIAS, Carlos Aldemir; MENDES, Iran Abreu. As culturas são as marcas das sociedades humanas. In: MENDES, Iran Abreu; FARIAS, Carlos Aldemir (Orgs.). Práticas Socioculturais e Educação Matemática. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física, 2014.

GAIA, Carlos; PIRES, Lucas Silva. Saberes matemáticos e história de vida na zona rural de Marabá-PA. Rev. Bras. Educ. Camp, v. 1, n. 1, p. 128-146 jan./jun. 2016. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/article/view/2260/11830. Acesso em: 20 ago. 2019.

MENDES, Iran Abreu. Ensino da Matemática por Atividades: uma aliança entre o construtivismo e a História da Matemática. 2001. 145f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

MENDES, Iran Abreu; SOARES, Evanildo Costa. “Histórias, práticas e problematizações sobre logaritmos”. In: MENDES, Iran Abreu; FARIAS, Carlos Aldemir (Orgs.). Práticas Socioculturais e Educação Matemática. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física, 2014.

MIGUEL, Antônio; MENDES, Iran Abreu. Mobilizing histories in mathematics teacher education: memories, social practices, and discursive games. Revista ZDM, n. 42, p. 342 – 381, 2010. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/160864. Acesso em: 10 fev., 2019.

POSTMAN, Neil. O fim da Educação. Rio de Janeiro: Graphia, 2002.
Publicado
2020-06-28
Visualizações
  • Artigo 19
  • PDF 26
Como Citar
SILVA PIRES, L.; ASSUNÇÃO, C. A. Sistema de tarefas para o ensino de aritmética a partir de narrativas de sujeitos do campo. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 2, n. 1, p. 221-236, 28 jun. 2020.