Dissidências e insurgências nas trajetórias escolares do público LGBT+

Palavras-chave: Trajetórias escolares, LGBT , Ensino Básico, Ensino Superior

Resumo

O objetivo central desse estudo é analisar as trajetórias escolares de pessoas que se autodeclaram pertencentes à comunidade LGBT+, partindo de seus depoimentos que resultaram no vídeo “Trajetória de pessoas LGBTs, do ensino básico à universidade”, apresentado como resultado final da disciplina “Fundamentos da expressão e comunicação artística” no Curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Pará. Participaram como interlocutores do estudo, uma mulher lésbica, um homem gay e uma mulher trans ambos discentes da Universidade do Estado do Pará, Campus XI, localizado na cidade de São Miguel do Guamá. Para embasamento teórico, realizou-se uma pesquisa bibliográfica em Garcia, Abramovay e Silva (2004), Louro (2007), Junqueira (2009; 2010), Miskolci (2010), Gois e Soliva (2011), Prado e Ribeiro (2015) e Couto Junior, Oswald e Pocahy (2018). Como técnica para análise dos depoimentos, utilizou-se a análise de conteúdo que obteve como resultados iniciais, reflexões sobre violências de gênero e a invisibilidade sofrida em espaços educativos compartilhados no vídeo por estes sujeitos. As primeiras conclusões apontam que apesar das experiências discriminatórias vivenciadas durante toda a Educação Básica, essas pessoas ingressaram no nível superior, onde utilizam desse espaço para reafirmar suas identidades e como forma de militância em prol do público LGBT.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ramon Roberto De Jesus Barroso, Universidade do Estado do Pará
Graduado em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Membro do Grupo de Pesquisa Juventude, Educação e Sociabilidades (JEDS/UEPA) e Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Gênero, Feminismos e Sexualidades (GEFES/UEPA).
Rafael Ribeiro Cabral, Universidade do Estado do Pará
Mestre em Artes pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Doutorando em Artes pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Professor Horista da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Grupo de Pesquisa CIRANDA (Currículo Antropológico da Dança – ICA/UFPA) e do Centro de Investigaciones y Estudios em Teoria Pos-colonial (Universidade do Rosário- Argentina.

Referências

ABRAMOVAY, Miriam (Coord.). Juventudes na escola, sentidos e buscas: Por que frequentam?. Miriam Abramovay; Mary Garcia Castro; Júlio Jacobo Waiselfisz. Brasília-DF: Flacso - Brasil, OEI, MEC, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LÉSBICAS, GAYS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS. Secretaria de Educação. Pesquisa Nacional sobre o Ambiente Educacional no Brasil 2015: as experiências de adolescentes e jovens lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais em nossos ambientes educacionais. Curitiba: ABGLT, 2016.

BORRILLO, Daniel. A homofobia. In: LIONÇO, Tatiana; DINIZ, Débora (Orgs.). Homofobia e Educação: um desafio ao silêncio. Brasília: Letras Livres, EdUNB, 2009. p. 15-46.

BRASIL. Pluralidade cultural: orientação sexual. 3. ed. Brasília: MEC, 2001. (Parâmetros Curriculares Nacionais; 10). Disponível em: < portal.mec.gov.br/seb/ arquivos/pdf/livro102.pdf>. Acesso em: 01 set. 2020.

CASTRO, Mary Garcia; ABRAMOVAY, Miriam; SILVA, Lorena Bernadete da. Juventudes e Sexualidade. Brasília: UNESCO, 2004. p. 277-303.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 5º ed. São Paulo: Cortez, 2001.

COUTO JUNIOR, Dilton Ribeiro; OSWALD, Maria Luiza Magalhães Bastos; POCAHY, Fernando Altair. Gênero, sexualidade e juventude (s). Civitas, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 124-137, jan./abr. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/civitas/v18n1/1519-6089-civitas-18-01-0124.pdf. Acesso em: 14 jun. 2020.

GOIS, João Bôsco Hora; SOLIVA, Thiago Barcelos. A violência contra gays em ambiente escolar. Revista Espaço Acadêmico, v. 11, n.123, p. 38- 45, ago. 2011. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/13899. Acesso em: 30 abr. 2018.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Brasília: MEC/ UNESCO, 2009. p. 12-53.

¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Currículo heteronormativo e cotidiano escolar homofóbico. Espaço do currículo, v. 2, n. 2, p.208-230, Set/2009 a Mar/2010. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rec/article/view/4281/3238. Acesso em: 30 Abr. 2018.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

MISKOLCI, Richard. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalização. Sociologias, Porto Alegre, n. 21, p. 150-182, jan./jun. 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/soc/n21/08.pdf. Acesso em: 14 jun. 2020.

MISKOLCI, Richard. Um corpo estranho na sala de aula. In: Anete Abramowicz; Valter Roberto Silvério (orgs.). Afirmando diferenças: montando o quebra-cabeça da diversidade na escola. 2. ed. Campinas: Papirus, 2010. p. 13-26.

MINAYO, Marília Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

PRADO, Vagner Matias do; RIBEIRO, Arilda Ines Miranda. Homofobia e educação sexual na escola: percepções de homossexuais no ensino médio. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 9, n. 16, p. 137-152, jan./jun. 2015. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/489/602. Acesso em: 30 Abr. 2018.

SANTOS, Jailson Batista dos. Os desafios da permanência de estudantes LGBT na universidade: uma perspectiva da diversidade sexual no curso de Pedagogia – Educação do Campo. 2017. 78 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura Plena em Pedagogia)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Cortez, 2014.

Silêncio da escola em relação à diversidade sexual prejudica a todos. Aprendizagem Em Foco, Nº 11, mai. 2016. Disponível em: http://www.institutounibanco.org.br/aprendizagem-em-foco/11/. Acesso em: 30 abr. 2018.
Publicado
2020-12-31
Visualizações
  • Artigo 105
  • PDF 47
Como Citar
DE JESUS BARROSO, R.; CABRAL, R. Dissidências e insurgências nas trajetórias escolares do público LGBT+. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 2, n. 2, p. 339-353, 31 dez. 2020.
Seção
Relatos de Experiência