A escola e seus efeitos na construção de sexualidades

  • Cristiane Theiss Lopes Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
Palavras-chave: Escola, Educação, Sexualidades

Resumo

A As identidades, práticas sexuais e de gênero ganham cada vez mais visibilidade. Porém, apesar de promovidas e anunciadas, são também reguladas, negadas e condenadas. Esse artigo apresenta um recorte de uma pesquisa de mestrado, de abordagem qualitativa da área das ciências humanas que através de análise bibliográfica-documental e de entrevistas com professores e alunos em sua maioria Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans - LGBT, teve como objetivo compreender os discursos sobre sexualidade que perpassam o ambiente escolar e os efeitos de subjetividade desses discursos sobre os escolares. Como conclusões dessa discussão compreende-se a escola como um espaço importante no processo de reconhecimento da diversidade e combate ao preconceito, mas há a necessidade de mais investimento em pesquisas e formações de professores, iniciais e continuadas, em parceria com as Universidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BASSALO, Lucélia de Moraes Braga. Heteronormatividade ou Reconhecimento? Professores e professoras diante da homossexualidade. 34ANPEd, GT23 Gênero, Sexualidade e Educação. Natal –RN, 2011.

BOGDAN, Robert C. BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Colecção Ciências da Educação. Orientada por Maria Teresa Estrela e Albano Estrela, ed. Porto, 1994.

BORRILLO, Daniel. Homofobia: história e crítica de um preconceito; (tradução de Guilherme João de Freitas Teixeira). - Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. 3. ed. Rio de Janeiro : F. Alves, 1992. 238p., [1]f. de estampa dobrada, il, 21cm. (Educacao em questao). Traducao de: La reproduction.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: pluralidade cultural, orientação sexual / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1997. Acesso em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro101.pdf Último acesso em 17/07/2020

BRASIL. Projeto de Lei PL 10577/2018, de 11 de julho de 2018. Altera o art. 3º da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para proibir a disseminação da ideologia de gênero nas escolas do Brasil. Câmara dos Deputados, Brasília, DF, 20 jan. 2019. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2181575. Acesso
em: 17 nov. 2020.

BUTLER, Judith. Cuerpos que importan: sobre los límites materiales y discursivos del “sexo”. Buenos Aires: Paidós, 2008.

ERIBON, Didier. O choque da injúria. In: ERIBON, Didier. Reflexões sobre a questão gay. Trad. Procópio Abreu. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 2008.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 1. A vontade de saber. Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. “O Sujeito e o Poder”. In.: DREYFUS, Hubert e RABINOW, Paul. Michel Foucault – Uma Trajetória Filosófica para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Publicado na França por Éditions Gallimard, Paris, 1971. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampáio.16° ed. São Paulo: Loyola, 2008. 79 p. (Leituras filosóficas).

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do saber. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1986.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Diversidade sexual na educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas.1. ed. Brasília, D. F : SECAD : Unesco, 2009. 455 p. (Educação para todos, 32).

LOURO, Guacira Lopes (org.). O Corpo Educado: Pedagogia da Sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação - Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

MEYER. Dagmar E. Estermann. Corpo, Violência e Educação: uma abordagem de gênero. In: JUNQUEIRA, Rogério Diniz (org). Diversidade sexual na educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas.1. ed. Brasília, D. F : SECAD : Unesco, 2009. 455 p. (Educação para todos, 32).

QUIVY, Raymond; CAMPENHOUDT, LucVan. Manual de investigação em ciências sociais. Lisboa: Gradiva, 1992

SANTOS, Claudiene; RAMOS, Maria Eveline Cascardo; TIMM, Flávia Bascuñan; CABRAL, Daniela Gontijo; LOBO, Tainah Dourado de Miranda. Diversidade Sexual na Escola e Homofobia: a capacitação de professores como estratégia de intervenção. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL FAZENDO GÊNERO 8: CORPO, VIOLÊNCIA E PODER, 8., 2008. Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: Ed. UFSC. 2008.
Publicado
2020-12-26
Visualizações
  • Artigo 29
  • PDF 36
Como Citar
LOPES, C. A escola e seus efeitos na construção de sexualidades. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 2, n. 2, p. 140-153, 26 dez. 2020.
Seção
Artigos Científicos