Educação do Campo e concepções sobre a formação docente

Palavras-chave: Formação docente, Educação do Campo, Prática pedagógica

Resumo

Evidentemente não se pode compreender a formação docente com uma visão separada entre teoria e prática. Na verdade, a necessidade de complementariedade entre essas duas dimensões é que a caracteriza enquanto prática social. Este estudo teve como objetivo refletir acerca dessa concepção e sua relevância à prática pedagógica nas escolas do campo. Utilizamos, para essa pesquisa, um estudo bibliográfico. Nesse sentido, nos espelhamos em teóricos como: Veiga (2002), Caldart (2011), Imbernón (2016), entre outros. Esse estudo nos oportunizou refletir acerca da relevância da formação dos professores que atuam na Educação do Campo, visto que os educadores precisam compreender a realidade específica dos educandos do campo, sendo também necessário que sua formação tenha um papel fundamental no processo de desenvolvimento e aprendizagem dos alunos. Ademais, a formação desses profissionais deve estar em sintonia com a realidade, com a cultura e com a história de vida dos sujeitos que ocupam os espaços campesinos. Ressaltamos, ainda, que esse estudo tem grande relevância para a formação dos professores que lecionam nessa modalidade de ensino, bem como estudos consecutivos, para que possa contribuir para a prática docente, no intuito de colaborar com a aprendizagem dos educandos do campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANGELO, Aline Aparecida; SOUZA, Daniele Cristina. Acesso e permanência de estudantes e a formação por área de conhecimento nos cursos de Licenciatura em Educação do Campo: experiências compartilhadas na formação dos formadores. In: MOLINA, Mônica Castagna; MARTINS, Maria de Fátima Almeida (Org.). Formação de Formadores: reflexões sobre as experiências da licenciatura em Educação do Campo no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2019. p. 331-345.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Escola: terra de direito. In: ANTUNES-ROCHA, Maria Isabel; HAGE, Mufarrej Salomão (Org). Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 09-14.

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART Roseli Salete; MOLINA, Monica Castagana. (Org.). Por uma educação do campo. 5. ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes. 2011. p. 7-18.

AZEVEDO, Márcio Adriano de; QUEIROZ, Maria Aparecida de. Políticas de educação (a partir dos anos 1990) e trabalho docente em escolas do campo multisseriadas: experiência em municípios do Rio Grande do Norte. In: ANTUNES-ROCHA, Maria Isabel; HAGE, Mufarrej Salomão (Org.). Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 61-72.

BATISTA, Maria do Socorro Xavier. Movimentos sociais e Educação do Campo (Re)constituindo Território e a Identidade Camponês. In: ALMEIDA. Maria de Lourdes Pinto; JESINE, Edineide (Org.). Educação e movimentos sociais: novos olhares. São Paulo: Ed. Alínea, 2007. p. 169-189.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CEB 36/2001. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 11, 04 dez. 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=6803-pceb036-01&Itemid=30192. Acesso em: 09 dez. 2020.

BRASIL. Decreto nº 7.352, de 4 de novembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA. Diário Oficial da União, Brasília, DF: Presidência da República, [2010]. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7352.htm. Acesso em: 08 dez. 2020.

CALDART, Roseli Salete. Elementos para Construção do Projeto Político Pedagógico da Educação do Campo. In: MOLINA, Mônica Castagna; JESUS, Sonia Meire Santos Azevedo de. (Org.). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. v. 5. Brasília: Articulação Nacional por uma Educação do Campo, 2004.

FERNANDES, Bernardo Mançano. Diretrizes de uma Caminhada. In: ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Monica Castagana (Org.). Por uma educação do campo. Petrópolis, RJ: Editora Vozes. 2011. p. 133-145.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 54. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

GONSALVES, Elisa Pereira. Conversas sobre iniciação a pesquisa científica. Campinas, SP: Editora Alínea, 2003.

HERNÁNDEZ, Fernando. Situações para questionar e expandir a formação permanente. In: GIL, Juana Maria Sancho; HERNÁNDEZ, Fernando. Professores na Incerteza: aprender a docência no mundo atual. Porto Alegre: Ed. Penso, 2016. p. 155-174.

IMBERNÓN, Francisco. Qualidade do ensino e formação do professorado: uma mudança necessária. São Paulo: Cortez, 2016.

JESUS, Sônia Meire Santos Azevedo de. Questões Paradigmáticas da Construção de um Projeto Político da Educação do Campo. In: MOLINA, Mônica Castagna; JESUS, Sônia Meire Santos Azevedo de. (Orgs). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. v. 5. Brasília: Articulação Nacional por uma Educação do Campo, 2004. P. 63-73.

MARTINS, Lígia Márcia; DUARTE, Newton (Oorg.). Formação de Professores: limites contemporâneos e alternativas necessárias. São Paulo: Ed. Afiliada, 2010.

MOLINA, Mônica Castagna. Possibilidades e limites de transformações das escolas do campo: reflexões suscitadas pela Licenciatura em Educação do Campo In: ANTUNES-ROCHA, Maria Isabel; MARTINS, Aracy Alves. (Org.). Educação do Campo: desafios para a formação de professores. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. p. 185-197.

MOLINA, Mônica Castagna; MARTINS, Maria de Fátima Almeida. Reflexões sobre o processo de realização e os resultados dos Seminários Nacionais de Formação Continuada de Professores das Licenciaturas em Educação do Campo no Brasil. In: MOLINA; Mônica Castagna; MARTINS, Maria de Fátima (Org.). Formação de Formadores: reflexões sobre as experiências da Licenciatura em Educação do Campo no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2019. p. 17-38.

NÓVOA, António (Org.). Profissão Professor. 2. ed. Lisboa: Porto Editora, 1999.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro; AMARAL, Ana Lúcia (Org.). Formação de Professores: políticas e debates. São Paulo: Papirus, 2002.
Publicado
2020-12-26
Visualizações
  • Artigo 255
  • PDF 119
Como Citar
DE BEM, G.; MOREIRA DA SILVA, C. Educação do Campo e concepções sobre a formação docente. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 2, n. 2, p. 298-308, 26 dez. 2020.
Seção
Artigos Científicos