Representações sociais de egressos do curso Normal Médio sobre a Escola Normal de Vitória da Conquista

  • Alan de Aquino Rocha UESB
Palavras-chave: Representações Sociais, Escola Normal, Formação de Professores

Resumo

Este artigo buscou apreender o núcleo central e o sistema periférico (ABRIC, 1988) das representações sociais (MOSCOVICI, 2012) de ex-estudantes do curso Normal Médio, acerca do Instituto de Educação Euclides Dantas (IEED), mais conhecido como Escola Normal Vitória da Conquista. Participaram do estudo 25 ex-estudantes, que concluíram o curso em momentos distintos. A produção de informações foi realizada a partir de um formulário elaborado no Google Forms, cujo link fora enviado para os participantes, através de um aplicativo de mensagens. A técnica utilizada foi a associação livre de palavras (TALP), cujo tema indutor foi ‘Escola Normal’, sendo-lhes solicitado que registrassem as primeiras cinco palavras que lhes viesse à lembrança. Além das evocações, também foi utilizada uma questão aberta. As palavras evocadas passaram por análise prototípica utilizando o software IRAMUTEQ. Os achados apontam a palavra ‘magistério’ como sendo o núcleo central das representações, e que as evocações ‘amizade’, ‘formação’, ‘professor’, ‘profissão’ e ‘educação’, constituem o sistema periférico. A saliência desta representação nos permite afirmar que a identidade peculiar que marcou a fundação do IEED, constitui-se em uma forma de conhecimento socialmente elaborado pelos egressos do curso Normal Médio, e que estas representações são manifestadas objetivamente em suas práticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p.155-172.

ABRIC, Jean-Claude. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, A. S. P; OLIVEIRA, D. C. (Orgs). Estudos interdisciplinares de representações sociais. Goiânia: AB Editora, 1998. p. 27-38.

ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith. Representações sociais: aspectos teóricos e aplicações à educação. In: Revista Múltiplas Leituras, v.1, n. 1, p. 18-43, jan./jun. 2008.

BAHIA. Secretaria da Educação do Estado. Portaria de Matrícula nº 7.569, de 20 de setembro de 2001. SEC, Salvador, 2001b.

BAHIA. Secretaria da Educação do Estado. Portaria de Matrícula nº 16.409, de 31 de outubro de 2003. SEC, Salvador, 2001b.

BOMFIM, Natanael Reis; GARRIDO, Walter Von Czékus. Pesquisa Solidária e Colaborativa em Educação. Revista Educação em Debate, v. 41, n. 78, 2019.

BONA, Juliano; SILVA, Neide de Melo Aguiar. Cultura e práticas escolares: um olhar a partir das representações sociais. Revista Espaço Pedagógico, v. 16, n. 2, 2009.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial, Brasília, 23 dez. 1996.

CARVALHO, Alonso Bezerra de. A relação professor-aluno e a amizade na sala de aula: por uma outra formação humana na escola. Revista Espaço Acadêmico, v. 14, n. 169, p. 23-33, 2015.

CERQUEIRA, Teresa Cristina Siqueira-UnB. Representações Sociais da Escola: percepção de professores de escolas públicas do Distrito Federal. In: Anais do X Congresso Nacional de Educação, Curitiba. 2011. p. 15444-15454.

DOTTA, Leanete Thomas. Representações Sociais do Ser Professor. Campinas, SP: Alínea, 2006.

FRANCO, Maria Laura P. Barbosa; NOVAES, Gláucia T. Franco. Os jovens do ensino médio e suas representações sociais. Cadernos de pesquisa, n. 112, p. 167-183, 2001.

GILLY, Michel. As representações sociais no campo educativo. Educar em Revista, n. 19, p. 231-252, 2002.

GOMES, Claudia; SOUZA, Vera Lucia Trevisan de. Fracassos, representações e exclusões no processo de permanência na escola. Revista Psicopedagogia, v. 26, n. 79, p. 41-47, 2009.

GUIMELLI, Christian. La pensée sociale. 1999.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. As representações sociais, v. 17, p. 44, 2001.

LIMA, Cinthia Vieira Brum et al. Representações sociais da escola em produções de alunos do Ensino Fundamental. 2014.

LIMA, Marta Maria Leone. Magistério e Condição Feminina. In: COSTA, A. A.; ALVES, Ívia. (Orgs.) Ritos, mitos e fatos. Mulher e gênero na Bahia. Salvador: NEIM/UFBA, 1997. p. 121-134

LIMA, Rita de Cássia Pereira; FERNANDES, Maria Cristina SG. Representações sociais de alunas de pedagogia sobre suas trajetórias escolares1. Educação Unisinos, v. 12, n. 3, p. 215-225, 2008.
MENDES, Geísa Flores. Luzes do saber aos sertões: memória e representações da Escola Normal de Vitória da Conquista. Edições Uesb, 2004.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 13. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

MOSCOVICI, Sérge. Representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: ZAHAR, 1978.

MOSCOVICI, Serge. A psicanálise, sua imagem e seu público. 2012.

MOUSSATCHE, Helena; ALVEZ-MAZZOTTI, Alda Judith; MAZZOTTI, Tarso Bonilha. Arquitetura escolar: imagens e representações. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 81, n. 198, 2007.

NAIFF, Luciene Alves Miguez; DE SÁ, Celso Pereira; NAIFF, Denis Giovanni Monteiro. Preciso estudar para ser alguém: memória e representações sociais da educação escolar. Paidéia (Ribeirão Preto), v. 18, n. 39, p. 125-138, 2008.

NÓVOA, Antônio (Org.). Profissão Professor. Porto: Porto Editora, 1999.

OLIVEIRA, Denize Cristina de et al. Futuro e liberdade: o trabalho e a instituição escolar nas representações sociais de adolescentes. Estudos de psicologia, v. 6, n. 2, p. 245-258, 2001.

OLIVEIRA, Denize Cristina de; MARQUES, Sérgio Corrêa; GOMES, Antonio Marques Tosoli; TEIXEIRA, Maria Cristina Trigero Veloz. Análise das evocações livres: uma técnica de análise estrutural das representações sociais. In MOREIRA, A. S. P.(org). Perspectivas teórico-metodológicas em representações sociais. João Pessoa. PB: Editora Universitária, 2005.

SÁ, Celso Pereira de. A construção do objeto de pesquisa em representações sociais. EdUERJ, 1998.

RATEAU, Patrick. Les représentations sociales. 1999.

ROSA, S. A. Representações sociais de alunos da rede pública estadual de ensino sobre escola, escola pública e escola particular. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação). UEL Londrina-PR.

VERGÈS, Pierre. A evocação do dinheiro: um método para a definição do núcleo central de uma representação. Perspectivas teórico-metodológicas em representações sociais, p. 471-488, 2005.

WACHELKE, João; WOLTER, Rafael. Critérios de construção e relato da análise prototípica para representações sociais. Psicologia: Teoria e pesquisa, v. 27, n. 4, p. 521-526, 2011.
Publicado
2020-12-26
Visualizações
  • Artigo 53
  • PDF 20
Como Citar
ROCHA, A. Representações sociais de egressos do curso Normal Médio sobre a Escola Normal de Vitória da Conquista. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 2, n. 2, p. 181-196, 26 dez. 2020.
Seção
Artigos Científicos