Atividades lúdicas como proposta de intervenção escolar à violência no recreio

  • Izabel Cristina Alves da Silva Amorim Dias Pedagoga pela UVA
  • Heriberto Silva Nunes Bezerra IFRN - Natal Central
  • Joana D’arc Toscano da Silva Pereira Pedagoga pela UVA
Palavras-chave: Jogos cooperativos, Atividades lúdicas, Ensino-aprendizagem, Violência no recreio

Resumo

O presente artigo tem como objetivo refletir sobre a utilização de jogos e brincadeiras como práticas educativas no ambiente escolar, em especial, no momento de recreio em escolas públicas de Ensino Fundamental I. Além disso, busca discutir a importância de se trabalharem os conteúdos atitudinais, representados pela solidariedade, respeito mútuo e cooperação, os quais tendem a coibir à violência escolar em horários de recreação. Para tal, assumimos como percurso metodológico a pesquisa bibliográfica, de natureza qualitativa, realizando o embasamento teórico por meio de estudos de autores que debatem as temáticas, ensino-aprendizagem, atividades lúdicas e Educação Infantil, tais como: Orlick (1989), Freire (1996; 2005), Nascimento (1998) e Pontes (2005), a análise e as interpretações teóricas realizadas foram viáveis através da metodologia da dialética. Como resultado de pesquisa, foi possível verificar que os jogos cooperativos e as atividades lúdicas apresentam possibilidades e limitações, permitindo em conjunto com outras ações, a apreensão de conhecimentos, o desenvolvimento socioeducativo, a potencialização da criatividade, da curiosidade e a socialização dos educandos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heriberto Silva Nunes Bezerra, IFRN - Natal Central

Professor de matemática, mestre em educação pelo PPGEP/IFRN, especialista em ensino de língua portuguesa e matemática numa perspectiva transdisciplinar.

Joana D’arc Toscano da Silva Pereira, Pedagoga pela UVA

Pedagoga pela UVA, pós-graduada em Psicopedagogia pela Universidade Castelo Branco, especialista em Pedagogia do Movimento na Primeira Infância

Referências

BEZERRA, Heriberto S. N.; NASCIMENTO, José Mateus do. O uso de jogos na aprendizagem de matemática: experiências no Pibid em escola pública da cidade de Natal. In: EpePE, 7., 2018. Natal. Anais [...]. 2018.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SETEC, 1998.

CAINELLI, Adailza; CORBELLINI, Silvana. O tangram na construção de conhecimentos na geometria plana. CIET:EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/702/571. Acesso em: 04 jul. 2020.

CURTIS, William. How to improve your math grades. Berkeley (CA): Occam Press, 2014. Disponível em: encurtador.com.br/abfI8. Acesso em: 02 de jul. 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 37. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 40. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

PONTY, Maurice Merleau. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: HUCITEC, 2014.

NASCIMENTO, Heitor Guerra do. Licenciatura em Matemática: metodologia e didática do ensino de Matemática. Salvador; FTC/EAD, 1998.

OLICK, Terry. Vencendo a competição. São Paulo: Círculo de livro, 1989.

PONTES, Giovânia Maurício Dias. O ensino de Arte na infância. In: MELO, José Pereira; PONTES, Giovânia Maurício Dias; CAPISTRANO, Naire Jane. (Org.). Livro didático 1: o ensino de Arte e Educação Física na infância. Natal, RN: Pandeia, 2005.

PRODÓCIMO, Elaine., RECCO, Kethylin.V. Recreio escolar: uma análise qualitativa sobre a agressividade entre os estudantes de ensino fundamental I. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EDUCERE, 8, 2008, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: PUCPR, 2008.

RAU, Maria Cristina. A ludicidade na educação: uma atitude pedagógica. 2.ed. Curitiba (PR): Editora IBPEX, 2013. Disponível em: https://www.academia.edu/37226883/A_LUDICIDADE_NA_EDUCACAO_IBPEX_DIGITAL. Acesso em: 12 abr. 2020.

SCOZ, Beatriz. Psicopedagogia e realidade escolar: o problema escolar e de aprendizagem. Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

SOUZA, Eliane. R. et al. A matemática das sete peças do Tangram. 3. ed. São Paulo: Centro de Aperfeiçoamento do Ensino de Matemática. IME/USP, 2003.
Publicado
2022-07-01
Visualizações
  • Artigo 21
  • PDF 16
Como Citar
DIAS, I.; BEZERRA, H.; PEREIRA, J. Atividades lúdicas como proposta de intervenção escolar à violência no recreio. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 4, n. 1, p. 82-91, 1 jul. 2022.
Seção
Artigos Científicos