Entre números, integração e reflexões: uma matemática possível nos anos iniciais

Palavras-chave: Anos Iniciais, Matemática, Integração de Tecnologias, Formação Continuada, Narrativa

Resumo

Lançamo-nos, neste artigo, a um movimento de contar uma história que problematiza desafios e reflexões de uma professora ao pensar e por, em prática, possibilidades para ensinar Matemática a alunos dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A narrativa que apresentamos se constituiu na relação com alguns resultados de uma pesquisa de Mestrado desenvolvida em uma escola pública de Educação Básica no Município de Campo Grande – MS, durante um período de dois anos. Dentre outras possibilidades existentes para se pensar Matemática e Anos Iniciais destacamos e problematizamos a integração de tecnologias digitais ao currículo como um caminho possível a partir de estudos de Sanchez. Explicitamos, nesse contar, dificuldades encontradas e superadas por uma professora, reflexões sobre a prática docente, caminhos diversos, de acessíveis a desafiadores, mas, todos possíveis. Os dados analisados apontam a integração de tecnologias ao currículo como uma alternativa a mais que o professor dispõe para ensinar Matemática nos anos iniciais de modo a oportunizar ganhos em processos de ensino e aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Drielle Roncoletta Corrêa, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
Doutoranda em Educação Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Mestra em Educação Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
Suely Scherer, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
Doutora em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Referências

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini; VALENTE, José Armando. Tecnologias e currículo: trajetórias convergentes ou divergentes? São Paulo: Paulus, 2011.

CORRÊA, Bárbara Drielle Roncoletta. Entre narrativas, gaiolas e voos: movimentos de integração de tecnologias digitais de uma professora dos anos iniciais. 2019. 188f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande/MS, 2019.

FERNANDES, Filipe Santos. Biografia do Orvalho: considerações sobre narrativa, vida e pesquisa em Educação Matemática. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 896-909, 2014/ago.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

LISPECTOR, Clarice. A paixão segundo G.H. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

PRENSKY, Marc. Brain Gain: Technology and the Quest for Digital Wisdom. 2013. Disponível em: Brain Gain: Technology and the Quest for Digital Wisdom (storage.googleapis.com). Acesso em: 18 jun. 2021.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: Veredas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001, 624p.

ROSA, Josefa Risomar Oliveira Santa. Formação docente frente às tecnologias digitais da informação e da comunicação: os casos dos Cursos de Licenciatura da Universidade Federal de Sergipe – Campus São Cristóvão. 2019. 158f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2019.

SÁNCHEZ, Jaime. H. Integración Curricular de las TICs: Conceptos e Ideas. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO INFORMÁTICA EDUCATIVA, 2002. Anais [...]. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=1234770. Acesso em: 15 fev. 2021.

SÁNCHEZ, Jaime. H. Integración curricular de TICs. Concepto y modelos. Enfoques Educacionales. v.5, n.1, p. 51-65, 2003.

SCHERER, Suely. Integração de Laptops Educacionais às Aulas de Matemática: Perspectivas em Uma Abordagem Construcionista. In: ROSA, Maurício; BAIRRAL, Marcelo Almeida; AMARAL, Rúbia Barcelos. (Org.). Educação Matemática, Tecnologias Digitais e Educação a Distância: pesquisas contemporâneas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015. p. 163-186.

SIBILIA, Paula. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Tradução de, Ribeiro, Vera. Rio de Janeiro: Contraponto, Rio de Janeiro, 2012.
Publicado
2021-06-30
Visualizações
  • Artigo 12
  • PDF 30
Como Citar
CORRÊA, B. D. R.; SCHERER, S. Entre números, integração e reflexões: uma matemática possível nos anos iniciais. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 3, n. 1, p. 103-119, 30 jun. 2021.