Ecologia dos saberes: o etnoconhecimento sobre o uso das plantas medicinais do povo Paiter Suruí

  • Sandra Maria Nascimento de Mattos Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Keila Ferreira de Oliveira Secretaria Estadual de Educação de Rondônia (Seduc/RO) https://orcid.org/0000-0002-7842-8037
Palavras-chave: Etnobotânica, Etnoconhecimento, Plantas Medicinais, Paiter Suruí

Resumo

Este artigo apresenta um recorte do projeto de pesquisa “A cura pelas plantas medicinais do povo Paiter Suruí”. A etnia Paiter Suruí ocupa a Terra Indígena Sete de Setembro, localizada nos estados de Rondônia e Mato Grosso e o local da pesquisa é a Aldeia Paiter Linha 09, Cacoal – RO. Tem como objetivo investigar os etnoconhecimentos da etnia Paiter Surui sobre as plantas medicinais, buscando identificar a utilização das mesmas para a cura do corpo e da alma, apoiando-se na etnobotânica originária da etnia como forma de dar visibilidade a esses saberes tradicionais, empoderando-os e resguardando a identidade do povo Paiter Suruí. A abordagem metodológica foi o estudo de caso, utilizando como instrumentos a entrevista semiestruturada, visitas, diário de campo e captação de imagens e vídeos. Constatamos que há interesse deles próprios em resguardar esses saberes e fazeres, envolvendo a própria história dos Paiter Suruí. Ressaltamos que o etnoconhecimento sobre as plantas medicinais agrega marcadores de pertencimento e de territorialidade a toda coletividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maria Nascimento de Mattos, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)/Universidade Católica Portuguesa. Professora do Programa de Pós-graduação em Educação Agrícola da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PPGEA/UFRRJ).
Keila Ferreira de Oliveira, Secretaria Estadual de Educação de Rondônia (Seduc/RO)
Mestra em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação Agrícola da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PPGEA/UFRRJ). Professora da Secretaria Estadual de Educação de Rondônia (Seduc/RO).

Referências

ALMEIDA SILVA, Adnilson de. Territorialidades e identidade dos coletivos Kawahib da Terra Indígena Uru-Eu-Wau-Wau em Rondônia: “Orevaki Are” (reencontro) dos “marcadores territoriais”. 2010. 301 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Departamento de Geografia. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2010.

BOOKCHIN, Murray. Ecologia social e outros ensaios. Org. e rev. Mauro José Cavalcanti. Rio de Janeiro: Achiamé, 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

CARNEIRO, Fernando F.; KREFTA, Noemi M.; FOLGADO, Cleber A. R. A práxis da ecologia dos saberes: entrevista com Boaventura de Sousa Santos. Tempus: acta de saúde coletiva, v. 8, n. 2, p. 331-338, 2014.

CARVALHO, Francisco. Da ecologia geral à ecologia humana. Fórum Sociológico [online], n. 17, p. 127-153, 2007.

D’AMBROSIO, Ubiratan. A dinâmica cultural no encontro do velho e do novo mundo. EÄ Journal, v.1, n. 1, p. 1-29, 2009.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. São Paulo: Autêntica, 2011. - (Coleção Tendências em Educação Matemática)

DOMITE, Maria do Carmo S. Na trilha da Etnomatemática: alteridade e escuta em Freire. Boletim do LABEM, v. 7, n. 12, p. 24-34, 2016.

DUQUE-BRASIL, Reinaldo. Etnobotânica: reflexões sobre conceitos e métodos de pesquisa. Etnoikos - Grupo de Estudos transdisciplinar em etnoecologia – UFV, p. 1-23, 2010.

FERREIRA NETO, Antonio. Ensino e aprendizagem da matemática na educação escolar indígena Paiter Suruí. 2018. 191 f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) – Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2018.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

GIRALDI, Mariana; HANAZANI, Nathalia. Uso e conhecimento tradicional de plantas medicinais no Sertão de Ribeirão, Florianópolis, S.C., Brasil. Acta Botânica Brasileira, v. 24, n. 2, p. 395-406, 2010.

OLIVEIRA, Luiz Fernandes de; CANDAU, Vera Maria F. Pedagogia decolonial e educação antirracista e intercultural no Brasil. Educação em Revista, v. 26, n. 1, p. 15-40, 2010.

ROCHA, Joyce R.; BOSCOLO, Odara H.; FERNANDES, Lucia R. R. M. V. Etnobotânica: um instrumento para valorização e identificação de potenciais de proteção do conhecimento tradicional. Interações, v. 16, n.1, p. 67-74, 2015.

SANTOS, Boaventura de S. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006. - (Coleção para um novo senso comum, v. 4)

SANTOS, Boaventura de S. A crítica da razão indolente contra o desperdício da experiência. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SANTOS, Boaventura de S.; MENEZES, Maria P. (Orgs.). Epistemologias do sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009.
Publicado
2021-11-23
Visualizações
  • Artigo 10
  • PDF 12
Como Citar
MATTOS, S. M. N. DE; OLIVEIRA, K. F. DE. Ecologia dos saberes: o etnoconhecimento sobre o uso das plantas medicinais do povo Paiter Suruí. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 3, n. Especial, p. 15-28, 23 nov. 2021.