O fechamento de escolas do campo no Estado do Pará

Palavras-chave: Educação do Campo, Fechamento de Escolas do Campo, Povos Tradicionais, Agronegócio, Resistência

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o processo de fechamento de escolas do campo no Estado do Pará e as consequências na vida dos povos do campo e das florestas. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e documental, que teve como aporte teórico os estudos que vem sendo realizados no âmbito da Educação do Campo. A Educação do Campo é um importante movimento de resistências de povos indígenas, ribeirinhos, camponeses, entre outros, lutando pela garantia do acesso à educação escolar e na melhoria da vida material e cultural desses povos. Contudo, as escolas do campo vêm sendo ameaçadas pelo processo de fechamento. No estado do Pará, o fechamento de escolas do campo se articula com um projeto desenvolvimentista centrado no agronegócio e na abertura de novas áreas de cultivo agrícola, o que nos leva a inferir que o fechamento de escolas do campo, mesmo em contraposição à legislação, se revela como parte deste projeto. Todavia, a sociedade civil tem lutado contra o fechamento de escolas do campo, as ações realizadas pelo Fórum Paraense de Educação do Campo têm sido fundamentais para combater esse processo no estado do Pará. Mesmo com as lutas dos movimentos de resistência e as legislações que garantem o funcionamento dessas escolas, é expressivo o número de escolas que têm sido fechadas no campo. Assim, é necessário que o Estado cumpra a lei e garanta que as escolas do campo continuem funcionando como garantia do direito ao acesso à educação e a reprodução da história e cultura dos povos do campo, das águas e das florestas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hellen Tamara de Souza Ribeiro, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR

Autor principal

Referências

BRAGA, Lilian. O Desenvolvimento Humano e a Realidade educacional de áreas rurais da Região Oeste do Pará - uma experiência com o PRONERA. In: GUEDES, Camila Guimarães (org.). Memória dos 20 anos da Educação do Campo e do PRONERA. Brasília: Cidade Gráfica e Editora. p. 214 - 230, 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Câmara de Educação Básica (CEB). Resolução CNE/CEB 1, de 3 de abril de 2002. Brasília, 2002. Disponível em: http://pronacampo.mec.gov.br/images/pdf/mn_resolucao_%201_de_3_de_abril_de_2002.pdf. Acesso em: fev. 2022.

BRASIL. Constituição da Republica Federativa do Brasil. Brasília, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: fev.2022.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Lei nº 12.960 de 27 de março de 2014. Brasília, 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12960.htm#:~:text=LEI%20N%C2%BA%2012.960%2C%20DE%2027,do%20campo%2C%20ind%C3%ADgenas%20e%20quilombolas. Acesso em: 8 fev. 2022.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN). Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Brasília, 1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: fev. 2022.

BRASIL. Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Educação do Campo: marcos normativos. Brasília, DF: SECADI, 2012.

CALDART, Roseli Salete. Educação do Campo. In: CALDART, Roseli Salete (org.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012.

CAMPELO, Lilian. Dados apontam que mais da metade das escolas fechadas no Pará são da área rural. Assembleia legislativa Estado do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://www.alepa.pa.gov.br/noticiadep/2143/106. Acessp em: fev. 2022.

CHEROBIN, Fabiana Fátima. A educação do campo e sua normatização como política pública: uma demanda dos trabalhadores ressignificada pelo estado. 2015, 248 f. Dissertação (Mestrado Em Educação), Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis/SC, 2015.

CHRISTOFFOLI, Pedro Ivan. Agroindústria. In: CALDART, Roseli Salete (org.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012 (p. 72 - 79).

FERNANDES, Bernardo Mançano. Por uma Educação do Campo. In: ARROYO, Miguel Gonzalez. FERNANDES, Bernardo Mançano. A educação básica e o movimento social do campo. Brasília, DF: Articulação Nacional Por Uma Educação Básica do Campo. 1999.

FERNANDES, Bernardo. Diretrizes de Uma Caminhada. In: ARROYO, Miguel Gonzáles, CALDART, Roseli, MOLINA, Mônica (org.). Por uma educação do campo. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2005 (p. 133-145).

FONSECA, Igor. Governo do Pará atrai empreendimento de extração de níquel para Conceição do Araguaia. Agencia Para. 2021. Disponível em: . Acessado em: fev. 2022.

FÓRUM PARAENSE DE EDUCAÇÃO DO CAMPO (FPEC). Manifesto do IV Seminário de Combate ao Fechamento de Escolas do Campo, Indígenas e Quilombolas no Estado do Pará. Belém, 2021. Disponível em: https://avaliacaoeducacional.files.wordpress.com/2021/03/manifesto-do-iv-combate-ao-fechamento-de-escolas-2021.pdf. Acesso em: fev. 2022.

GAMA, Sonia Maria Fonseca. Financiamento da educação do campo na Amazônia paraense: uma análise nos investimentos do Ministério da Educação no Estado do Pará. 2008. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.

GONZAGA, Carla Wernecke Padovani; BALDO, Marcelo Perim; CALDEIRA, Antônio Prates. “Exposição a agrotóxicos ou práticas agroecológicas”: ideação suicida entre camponeses do semiárido no Brasil. Ciência e Saúde, Rio de Janeiro, v.1, p. 42-52, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232021269.09052020. Acesso em: fev. 2022.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2010.

HAGE, Salomão Antônio Mufarrej. Democracia em risco e a Educação do Campo: o direito a ter direitos nas experiências de mobilização do Fórum Paraense de Educação do Campo. In: GUEDES, Camila Guimarães (ORG.). Memória dos 20 anos da Educação do Campo e do PRONERA. Brasília: Cidade Gráfica e Editora, 2018.

INEP - INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo Escolar, 2000 - 2015. Brasília: MEC, 2015. Disponível em: http://censobasico.inep.gov.br/censobasico/. Acesso em: jan. 2022.

JANATA, Natacha Eugênia; REGO, Thelmely Torres. Educação escolar e MST: reflexões sobre o ensino médio e profissionalizante. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 16, n. 33, p.268- 285, 1 dez. 2014. Semestral. Disponível em: http://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/2853. Acesso em: 05 nov. 2017.

MARIANO, Alessandro Santos; SAPELLI, Marlene Lucia Siebert. Fechar Escola é Crime Social: causas, impacto e esforços coletivos contra o fechamento de escolas no campo. 6º Seminário Nacional Estado e Políticas Sociais. UNIOESTE, Toledo, PR, 2014. Disponível em: http://cacphp.unioeste.br/eventos/Anais/servicosocial/anais/TC_FECHAR_ESC_CRIME_SOCIAL_C AUSAS_IMPACTO_ESFOR_COLETS_CNTRA_FECH_ESCS_CAMPO.pdf. Acesso em: fev. 2022.

MARTINS, A.; NEVES, L. M. W. Materialismo histórico, cultura e educação: Gramsci, Thompson e Williams. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 13, n. 51, p. 341–359, 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640281. Acesso em: fev. 2022.

MORIGI, Valter. Escola do MST: uma utopia em construção. Porto Alegre: Mediação, 2003.

PARÁ. Governo do Estado do Pará, Conselho Estadual de Educação. Resolução nº 219 de 4 de abril de 2019.

PARÁ. Governo do Estado do Pará, Conselho Estadual de Educação. Resolução nº 201 de 25 de maio de 2017. Disponível em: http://www.cee.pa.gov.br/sites/default/files/Resolu%C3%A7%C3%A3o%20201%2025%20de%20maio%202017_0.pdf. Acesso em: fev. 2022.

SANTOS, Clarice Aparecida dos et al. (Org). Fechamento de escolas do campo: o crime continua contra a nação que se quer educadora. In: SANTOS, Clarice Aparecida dos et al. (Org.). Dossiê educação do campo - documentos 1998 - 2018. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2020 (p. 397- 405).

SANTOS, Clarice Aparecida dos; KOLLING, Edgar Jorge; ROCHA, Eliane Novaes; MOLLINA, Monica Castagna; CARLDART, Roseli Salete. (Org.). Dossiê educação do campo - documentos 1998 - 2018. Brasília: Editora UnB, 2019.

SOUZA, Hebert Glauco de. Contra-Hegemonia: um conceito de Gramsci?. 2014. 82 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte/MG, 2014.

SOUZA, Maria Antônia de. BELTRAME Sonia Aparecida Branco. Educação do Campo, Movimentos Sociais e Políticas Públicas. In: MOLINA, Mônica Castagna. Educação do Campo e Pesquisa II: Questões para reflexão. Brasília: MDA/MEC. 2010.
Publicado
2022-12-30
Visualizações
  • Artigo 37
  • PDF 47
Como Citar
RIBEIRO, H. T. DE S.; CHEROBIN, F. F. O fechamento de escolas do campo no Estado do Pará. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 4, n. 2, p. 222-235, 30 dez. 2022.