Os caminhos da Educação: educação popular, práticas culturais e a cidade

Palavras-chave: Caminhar, Educação Popular, Práticas Culturais, Espaço Público, Cidade

Resumo

O presente trabalho pretende debater como um dos maiores potenciais de aprendizado no cotidiano urbano pode se configurar a partir de perceber as oportunidades de intervenção nas trajetórias cotidianas dos cidadãos. Considerando a importância do caminhar no que envolve o dia-a-dia dos trabalhadores em espaços urbanos, ocorrendo, por exemplo, em decorrência do uso do transporte público, torna-se essencial refletir acerca das potencialidades de intervenção nesses contextos a partir de práticas culturais, buscando democratização no acesso sobre uma educação que vai além dos limites institucionalizados. Portanto, após realizar uma revisão de literatura narrativa, apoiada por uma análise documental de notícias municipais curitibanas, sobre práticas de caminhada e processos educativos com enfoque no contexto urbano, é proposto refletir, partindo do exemplo da cidade de Curitiba-PR, como políticas municipais podem vir a afetar as possibilidades de promoção de ações culturais, que possuem como resultado uma educação popular, e a importância da correlação entre um pensar crítico sobre o espaço, a cultura e a educação. Com o trabalho, é possível perceber a relevância de olhar de forma descentralizada das instituições formas nas cidades urbanas brasileiras, permitindo complexificar essas práticas a partir da educação não-formal vinculada com o próprio fazer cultural que advém da realidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Barth da Silva, Universidade do Porto

Mestrando em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e Graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Atua principalmente sobre temas de música popular e estudos culturais.

Referências

ALVES, Manoel Rodrigues. Transformações culturais e contradições urbanas do espaço público contemporâneo. Revista Cidades, 2014, 11.19.

ANÍBAL, Felippe. Os ritmos do mundo se encontram na Rua XV. Gazeta do Povo, Curitiba, 20 de Março de 2015. Vida Em Cidadania. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/os-ritmos-do-mundo-se-encontram-na-rua-xv-2km474pp28o82d2uz35m2cilh/. Acesso em: 10 abril 2022.

AUGUSTI, Marcelo Roberto Andrade. Andar a pé: impactos da técnica moderna sobre a espontaneidade da prática da caminhada. Temporalidades, 2020, 12.2: 299-319.

AZEVEDO, Francielly. Artistas de rua reclamam que estão sendo cerceados em Curitiba. Paraná Portal. 22 de Outubro de 2019. Disponível em: https://paranaportal.uol.com.br/cidades/artistas-de-rua-cerceados-em-curitiba. Acesso em: 10 abril 2022.

CALDAS, Ana Carolina. “A rua é o palco mais democrático que tem”, diz Plá, músico de Curitiba. Brasil de Fato, Curitiba, 20 de Setembro de 2019. Cultura. Disponível em: https://www.brasildefatopr.com.br/2019/09/20/a-rua-e-o-palco-mais-democratico-que-tem-diz-pla-musico-de-curitiba. Acesso em: 10 abril 2022.

CAMPOS, Tulio; CARVALHO, Levindo Diniz; BAPTISTA, Mônica Correia. Educação infantil, currículo e cidade: crianças em espaços culturais de Belo Horizonte. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. 33, p. 355–376, 2021.

CECHINEL, Andre et al. Estudo/análise documental: uma revisão teórica e metodológica. Revista Criar Educação, 5.1, 2016.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Vozes, 2014.

CRESWELL, John W.; CRESWELL, J. David. Research design: Qualitative, quantitative, and mixed methods approaches. Thousand Oaks, CA: Sage publications, 2017.

CURITIBA. DECRETO Nº 1422. Dispõe sobre o regulamento destinado à apresentação de artistas de rua nos logradouros públicos do Município de Curitiba. Diário oficial eletrônico, Atos do Município de Curitiba, Curitiba, PR, 2018.

FARIA, Helena Mendonça. Andar a pé: Mobilidade urbana e sustentabilidade nas regiões metropolitanas brasileiras. RUA, v. 22, n. 1, p. 127-150, 2016.

FERNANDES, Bruno Guilhermano. Caminhada etnográfica em itinerários urbanos. A etnografia de rua em deslocamentos na cidade. Ponto Urbe. Revista do núcleo de antropologia urbana da USP, n. 18, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2014.

FREITAS, Franklin de; KOWALSKI, Rodolfo Luis. Artistas de rua voltam a ser reprimidos na Rua XV de Curitiba. Bem Paraná. 10 de Setembro de 2019. Notícias. Disponível em: https://www.bemparana.com.br/noticia/artistas-de-rua-voltam-a-ser-reprimidos-na-rua-xv-de-curitiba. Acesso em: 10 abril 2022.

FERREIRA, Valéria Milena Röhrich. Colorindo o passado curitibano: relações entre cidade, escola e currículo. História Revista, 2010, 15.2: 421-453.
FORTUNA, Carlos. Caminhar urbano e vivências imprevistas. Revista Brasileira de Sociologia-RBS, v. 6, n. 13, 2018.

GOHN, Maria da Glória Marcondes. Educação não formal e cultura política: impactos do associativismo no Terceiro Setor. São Paulo: Cortez, 1999.

GOMES, Paulo Cesar da Costa. Espaço público, espaços públicos. GEOgraphia, 2018, 20.44: 115-119.

GROS, Frédéric. A philosophy of walking. Verso Trade, 2014.

LARRANAGA, Ana Margarita et al. Disposição dos usuários do transporte público a caminhar para obter um serviço mais frequente: aplicação de best-worst e preferência declarada. TRANSPORTES, v. 29, n. 3, 2021.

LEITE, Rogério Proença. Localizando o espaço público: Gentrification e cultura urbana. Revista Crítica de Ciências Sociais, 2008, 83: 35-54.

LIMA, Carlos Henrique Magalhães de. DERIVA, DELÍRIO, DEVANEIO: MODOS DE CAMINHAR E PERCEBER A CIDADE. PIXO-Revista de Arquitetura, Cidade e Contemporaneidade, v. 3, n. 11, 2019.

MENDONÇA, Eneida Maria Souza. Apropriações do espaço público: alguns conceitos. Estudos e pesquisas em Psicologia, 2007, 7.2: 296-306.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. Boitempo editorial, 2015.

MOURA, Rosa. O turismo no projeto de internacionalização da imagem de Curitiba. Turismo-Visão e Ação, 2007, 9.3: 341-357.

MÚSICA clássica com sotaque paranaense da Rua da Cidadania do Boa Vista. Prefeitura de Curitiba. 10 de Novembro de 2021. Disponível em: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/musica-classica-com-sotaque-paranaense-da-rua-da-cidadania-do-boa-vista/61404. Acesso em: 10 abril 2022.

MÚSICO Plá denuncia proibição de tocar no Calçadão da Rua XV de Novembro. Bem Paraná. 04 de Julho de 2019. Disponível em: https://www.bemparana.com.br/noticia/musico-pla-denuncia-proibicao-de-tocar-no-calcadao-da-rua-xv-de-novembro. Acesso em: 10 abril 2022.

MÚSICOS são detidos por nove policiais após reclamação de dentista na Rua XV. Bem Paraná. 31 de Julho de 2019. Disponível em: https://www.bemparana.com.br/noticia/musicos-sao-detidos-por-nove-policiais-apos-reclamacao-de-dentista-na-rua-xv. Acesso em: 10 abril 2022.

PM desloca 3 viaturas para deter 2 músicos por som alto no Centro de Curitiba. Gazeta do Povo. 31 de Julho de 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/curitiba/musicos-presos-rua-xv-curitiba-31-julho-2019/. Acesso em: 10 abril 2022.

POLICIAIS militares percorrem ruas de Curitiba para levar música às pessoas durante isolamento social. RPC Curitiba. 01 de Maio de 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2020/05/01/policiais-militares-percorrem-ruas-de-curitiba-para-levar-musica-as-pessoas-durante-isolamento-social.ghtml. Acesso em: 10 abril 2022.
RAICOSKI, Felipe; LEITÓLES, Fernanda. Após queixa de moradores, músicos são presos durante apresentação em Curitiba. Gazeta do Povo, 27 de Novembro de 2017. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/curitiba/apos-queixa-de-moradores-musicos-sao-presos-durante-apresentacao-em-curitiba-57qh4tn1nn3qrok19bom3sod7/. Acesso em: 10 abril 2022.

SCHLINDWEIN, Bruna Luisa; BUGS, Eduarda Trevisan; SCHMITZ, Anelise. Importância da Caminhabilidade para a Sociedade Urbana Contemporânea. XXVIII CRICTE, 2017.

SILVEIRA, Thiago Carvalho dos Reis. Avaliação de qualidade do transporte público de Curitiba sob a ótica do usuário, de operação e do órgão gestor. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2017.

SOUZA, Nelson Rosário de. Planejamento urbano em Curitiba: saber técnico, classificação dos citadinos e partilha da cidade. Revista de sociologia e política, 2001, 107-122.

TEIXEIRA, Inaian Pignatti; NAKAMURA, Priscila Missaki; KOKUBUN, Eduardo. Prática de caminhada no lazer e no deslocamento e associação com fatores socioeconômicos e ambiente percebido em adultos. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, 2014, 16: 345-358.

WAGNER, Roy. A invenção da cultura. Ubu Editora LTDA-ME, 2018.

WILLIAMS, Raymond. Cultura. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000.

WILLIAMS, Raymond. Palavras-chave: um vocabulário de cultura e sociedade. São Paulo: Boitempo, 2007.

WILLIAMS, Raymond. The long revolution. Peterborough: Ont. Broadview Press, 2001.
Publicado
2022-12-30
Visualizações
  • Artigo 30
  • PDF 38
Como Citar
SILVA, G. Os caminhos da Educação: educação popular, práticas culturais e a cidade. ReDiPE: Revista Diálogos e Perspectivas em Educação, v. 4, n. 2, p. 236-247, 30 dez. 2022.