Nos rastros da memória: uma revisitação da Guerra de Canudos pelo olhar de Vargas Llosa

Palavras-chave: Romance histórico. Memória. A guerra do fim do mundo. Vargas Llosa.

Resumo

Este artigo pretende analisar o panorama de como se desenvolveram as relações entre história e literatura nas narrativas do século XX. Com esse intuito, foi tomado como referencial no romance A guerra do fim do mundo (1981), de Mario Vargas Llosa. Neste livro encontram-se algumas expressões que permitem certa reconstrução do passado de forma ficcional realista através do resgate da memória oral evidenciada pelas descrições das personagens como pano de fundo, o que põe em destaque o caráter de historicidade da obra. De modo a fundamentar a nossa reflexão recorreremos aos contributos de: Lukács (2011), Mircea Eliade (2011), Jaques Le Goff (1990), Beatriz Sarlo (2010), Antônio Candido (2006), entre outros. Em suma, esse texto visa contribuir com estudos que reflitam e reativem a importância de se discutir o caráter significativo dos romances históricos na Literatura Latino-Americana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Regina da Silva, Universidade Federal de Pernambuco
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (PPGL/ UFPE). Bolsista CAPES.
Isis de Paula Oliveira de Albuquerque, Universidade Federal de Pernambuco
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (PPGL/ UFPE). Bolsista CAPES.
Brenda Carlos de Andrade, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Professora Adjunta da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - Departamento de Letras e Ciências Humanas. Professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (PPGL/ UFPE).

Referências

ASSMANN, Jan. Communicative and cultural memory. In: ERLL, Astrid; NÜNNING, Ansgar (Ed.). Cultural memory studies: an international and interdisciplinary handbook. Berlin; New York: De Gruyter, 2008. p. 109-118. Disponível em: http://revista.historiaoral.org.br/index.php?journal=rho&page=article&op=view&path%5B%5D=642&path%5B%5D=pdf. Acesso em: 25 out. 2020.
BENJAMIN, Walter. O narrador: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In:_______. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 1987, p. 197-221.
BOSI, Alfredo. O Osman Lins que conheci. Eutomia, Recife, v. 1, n. 13, p. 172-176, jul. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/EUTOMIA/article/view/630/458. Acesso em: 04 nov. 2020.
BURKE, Peter (Org.). A Escrita da História: Novas Perspectivas. Trad. Magda Lopes. São Paulo: Editora Unesp, 1992.
CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006.
CANDIDO, Antonio; GOMES, Paulo Emílio Salles; PRADO, Décio de Almeida; ROSENFELD, Anatol. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1970.
ELIADE, Mircea. História das crenças e das ideias religiosas, volume III: de Maomé à
Idade das Reformas. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.
ESTEVES, Antonio R. Considerações sobre o romance histórico (no Brasil, no limiar do século XXI). Revista de Literatura, História e Memória, Cascavel, v. 4, n. 4, p. 54-66, 2008.
LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 1990.
LUKÁCS, György. O romance histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.
MENTON, Seymour. La nueva novela histórica de la América Latina, 1979-1992. México: Fondo de Cultura Económica, 1993.
NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Proj. Histórias, São Paulo, v. 10, p. 7-28, dez. 1993. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/12101/8763. Acesso em: 15 out. 2020.
PINHEIRO, Lidiane Santos de Lima. A construção do acontecimento histórico: o discurso do jornal O Estado de S. Paulo sobre a guerra de Canudos e sobre as comemorações do seu centenário. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas), Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, 2012. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/5970. Acesso em: 03 nov. 2020.
SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
VARGAS LLOSA, Mario. A guerra do fim do mundo. Rio de Janeiro: Alfagara, 2008.
WHITE, Hayden. O texto histórico como artefato literário. In:________. Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001, p. 97-118.
Publicado
2021-08-27
Visualizações
  • Artigo 61
  • PDF 43
Como Citar
Silva, S., Albuquerque, I., & Andrade, B. (2021). Nos rastros da memória: uma revisitação da Guerra de Canudos pelo olhar de Vargas Llosa. Escritas Do Tempo, 3(8), 225-243. https://doi.org/10.47694/issn.2674-7758.v3.i8.2021.225243
Seção
v. 3 n. 8 (2021) - Dossiê: História e Literatura: aproximações e diferenças