Transformar as experiências de homens e mulheres no tempo em "matéria histórica" requer inscreve-las em diferentes narrativas. Para representa-las - e domesticar o próprio tempo, por extensão -, homens e mulheres precisam contá-las e transformá-las em relatos, pois as experiências, assim como o tempo, tornam-se efetivamente humanas e sobrevivem à ação "amnésica do tempo", apenas quando narradas. É com esta missão de narrar e interpretar as experiências humanas no tempo em diferentes perspectivas de análise, através de distintas interrogações, reflexões, temas e temáticas de estudo, por diferentes ângulos teóricos e metodológicos, que a Revista Escritas do Tempo nasce com uma das primeiras ações do Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIST) da Unifesspa. Este periódico constitui espaço especializado para publicação de artigos, dossiês, entrevistas e resenhas. Trata-se de uma revista online de acesso livre, imediato e gratuito, com periodicidade quadrimestral, recebendo propostas de publicação em fluxo contínuo.

Os textos serão avaliados por membros do Conselho Editorial e/ou pareceristas selecionados pelas(os) editoras(es), em processo de avaliação cega por pares, ou seja, o anonimato da autoria será garantido. Cabe ao Conselho Editorial e aos demais pareceristas solicitar alterações quando o material apresentado não estiver em consonância com as normas editorias. Em caso de não adequação a regras e alterações solicitadas, o texto será desclassificado.

A Revista Escritas do Tempo reserva-se o direito de elaborar as modificações que se façam necessárias quanto à correção gramatical, à montagem técnica dos originais e às adaptações ao projeto visual da publicação.

As opiniões emitidas nos textos são de responsabilidade de seus respectivos(as) autores(as).