O estatuto do sujeito diante do acontecimento: análise do romance "K. Relato de uma busca”, de Bernardo Kucinski

Palavras-chave: Romance contemporâneo. Acontecimento. Semiótica tensiva.

Resumo

Neste artigo, analisamos, a partir da semiótica tensiva, o romance “K. Relato de uma busca”, de Bernardo Kucinski (2014). O romance é composto por diferentes vozes, das quais selecionamos a do narrador que relata o percurso de um pai durante a busca pela filha desaparecida no período ditatorial brasileiro. Para tal, nos embasamos no conceito de acontecimento, em Claude Zilberberg (2011), no intuito de compreender qual o estatuto do sujeito diante da disjunção com a filha. Buscamos ainda, identificar quais sentimentos são emergidos e intensificados durante a procura. Durante a análise, foi possível verificar que o pai permanece aturdido devido à intensidade do impacto, tornando-se um sujeito em estado de aniquilamento, incapaz de se restabelecer.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacielle Silva Santos, Universidade Federal do Norte do Tocantins

Doutoranda em Ensino de Língua e Literatura pelo PPGLLIT/UFNT. Mestre em Letras pelo Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional (PROFLETRAS/UFT), docente da rede pública de ensino no Tocantins.

Francisca Verônica Feitosa Andrade, Universidade Federal do Norte do Tocantins

É mestranda em Ensino de Língua e Literatura PPGLLIT/Universidade Federal do Norte do Estado do Tocantins- UFNT, membro do Gesto - Grupo de estudo dos sentidos/UFT. Graduada em Letras - Português e Inglês pela Universidade Estadual do Tocantins - UNITINS. 

Referências

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo. Tradução de Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.
FIGUEIREDO, Eurídice. A literatura como arquivo da ditadura brasileira. – 1ª ed. – Rio de Janeiro: 7 Letras, 2017.
GINZBURG, Jaime. O narrador na literatura brasileira. Tintas. Quaderni di letterature iberiche e iberoamericane, 2 (2012), pp. 199-221. http://riviste.unimi.it/index.php/tintas
HOBSBAWM, Eric. A era dos extremos: O breve século XX. São Paulo: Cia das Letras, 2008.
KUCISNKI, Bernardo. Relato de uma busca. São Paulo: Cosac Naify, 2014. 192 pp.
PAVLOV, Ivan. Reflexos Condicionados, Inibição e Outros Textos. Lisboa: Editorial Estampa, 1971.
RICOEUR, Paul. Temps et récit. Paris: Seuil, 1985.
TATIT, Luiz. Passos da semiótica tensiva. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2019.
VICENTE, José João Neves Barbosa. Totalitarismo, Educação e Justiça: Uma abordagem filosófica - Cruz das Almas, BA: Editora UFRB, 2012.
ZILBERBERG, Claude. Elementos de semiótica tensiva. Trad. Ivã Carlos Lopes, Luiz Tatit, Waldir Beividas – São Paulo: Ateliê, Editorial, 2011.
Publicado
2022-09-09
Visualizações
  • Artigo 20
  • PDF 26
Como Citar
Santos, J., & Andrade, F. V. (2022). O estatuto do sujeito diante do acontecimento: análise do romance "K. Relato de uma busca”, de Bernardo Kucinski. Escritas Do Tempo, 4(11), 30-44. Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/escritasdotempo/article/view/1881