MONITORIA DE CÁLCULO, FÍSICA E QUÍMICA

  • Agatha Yasmin de Sousa Araujo
  • Jeânderson de Melo Dantas

Resumo

A Monitoria é a modalidade de ensino-aprendizagem dentro das necessidades de formação acadêmica destinada aos alunos regularmente matriculados. Esta objetiva despertar o interesse pela docência, mediante, o desempenho de atividades ligadas ao ensino, possibilitando a experiência da vida acadêmica, por meio da participação em diversas funções da organização e desenvolvimento das disciplinas dos cursos, além de possibilitar a apropriação de habilidades em atividades didáticas. A monitoria acadêmica é importante na vida do estudante universitário. O aluno monitor, além da obtenção de um título, tem um ganho intelectual com a troca de conhecimento com o professor orientador, e experimenta um pouco do trabalho docente. A monitoria é uma atividade que coloca o aluno em interação com atividades didáticas. Além disso, é de conhecimento de todos que os cursos na área de ciências exatas possuem um alto índice de desistência. Um levantamento feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com base em uma análise inédita de dados do Ministério da Educação (MEC), concluiu que mais da metade dos estudantes de engenharia do Brasil abandonam o curso antes da formatura. A grande deficiência na formação de base dos estudantes é apontada como um dos principais motivos. Nesse cenário, criou-se um projeto de nivelamento, intitulado Monitoria de Cálculo, Física e Química, que visa melhorar o desempenho dos alunos nas disciplinas de cálculo, física e química, diminuindo o índice de reprovação e de evasão do curso, além de proporcionar aos monitores habilidades de ensino em nível universitário, promovendo assim um desenvolvimento acadêmico/profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-01
Visualizações
  • Artigo 12
  • PDF 11
Como Citar
Araujo, A. Y., & Dantas, J. (2019). MONITORIA DE CÁLCULO, FÍSICA E QUÍMICA. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 1(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/705