RELEVÂNCIA E RESULTADOS DA MONITORIA DE CÁLCULO I E II

  • Weslley da Silva Oliveira
  • Joany do Socorro Lima Rodrigues
  • Jeânderson de Melo Dantas

Resumo

A taxa de desistência e reprovação das disciplinas de cálculos diferenciais e integrais são grandes em todo o país, em uma reportagem do G1 de uma pesquisa de Fabiana Garzella o índice de reprovação e evasão da matéria de cálculo diferencial integral chegou a 77,5%, em uma instituição pesquisada no período de 1997 a 2009, e REZENDE (2003, apud, RAFAEL e ESCHER, 2015) apresenta dados de reprovação da UFF (Universidade Federal de Fluminense) no período de 1996 a 2000, que chegam a 95%. Julia Schaetzle Wrobel (2013) evidencia que este problema está longe de ser exclusivo do Brasil, e neste cenário, a UNIFESSPA não é uma exceção, pois em uma turma do curso de Eng. Elétrica o índice de reprovação e desistência chegou a 62%. Tendo em vista tais dificuldades, o projeto de Monitória na disciplina têm como objetivo a redução das taxas de reprovação por meios de metodologias e ações que proporcionam, aos discentes, oportunidades de sanar dúvidas de assuntos prévios/básicos da matéria e principalmente as dúvidas correspondentes aos assuntos estudados em sala.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-01
Visualizações
  • Artigo 36
  • PDF 11
Como Citar
Oliveira, W., Rodrigues, J., & Dantas, J. (2019). RELEVÂNCIA E RESULTADOS DA MONITORIA DE CÁLCULO I E II. Seminário De Projetos De Ensino (ISSN: 2674-8134), 2(1). Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/spe/article/view/718

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)