De mãos dadas pela foz do rio Amazonas”: vilas e povoamentos na costa setentrional do Grão-Pará na segunda metade do século XVIII

  • Paulo Marcelo Cambraia da Costa Universidade Federal do Amapá
Palavras-chave: Grão-Pará - vilas - urbanização - foz do Amazonas – fronteiras.

Resumo

Este artigo objetiva acompanhar as décadas iniciais de criação das vilas Vistosa de Madre de Deus, Nova Mazagão e São José de Macapá, localizadas na costa setentrional do Grão-Pará, aquelas vilas fizeram parte de um processo de urbanização da Amazônia na segunda metade do século XVIII. Evidenciaremos as tentativas do Estado Português em buscar a todo custo ocupar e defender a foz do rio Amazonas frente aos interesses dos outros Estados europeus, especialmente a França. Porém, demostraremos que as ações do Estado português foram bem limitadas pelas iniciativas e escolhas dos sujeitos que ali já estavam ou que foram trazidos para aquelas terras, especialmente indígenas e trabalhadores escravizados de origem africana.  

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-06-30
Visualizações
  • Artigo 233
  • PDF 305
Como Citar
Costa, P. M. C. (2019). De mãos dadas pela foz do rio Amazonas”: vilas e povoamentos na costa setentrional do Grão-Pará na segunda metade do século XVIII. Escritas Do Tempo, 1(1), 117-139. Recuperado de https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/escritasdotempo/article/view/406